Mulheres odeiam agradar homens

10 de dez de 2011

Pegar uma cerveja pro marido é machismo. Dar sexo de qualidade todo dia é degradante. Sexo de qualidade só com um bom motivo. Cuidar das roupas dele é coisa de empregada. Cozinhar pra ele é opressão. Ouvir suas músicas de rock ou heavy metal preferidas é babaquice. Dar presentes só em datas especiais. Aceitar os programas que ele gosta é chatice. Assistir filmes de ação é insensibilidade. Jogar videogame é coisa de criança. Ceder às vontades dele é humilhação. Aceitar qualquer dos itens acima é fazer um enorme favor.
Já os homens apaixonados estão acostumados a comprar flores que vão pro lixo no dia seguinte, pagar contas dela e subsidiar gastos, vão a passeios no shopping gastando grana e comprando coisas que ela diz desejar, passam o domingo na casa da sogra vendo Faustão, ajudam em problemas familiares e assumem obrigações do tipo levar sogra ao médico e ajudar o cunhado pobretão, aceitam assistir comédias românticas idiotas tudo numa tentativa de agradar as mulheres. Quando pedem um momento pra jogar bola com os amigos ou sair pra beber, são machistas, insensíveis, egoístas, fdps, criminosos, etc.

Sem perceber, os homens apaixonados acabam deixando a mulher transformar o relacionamento numa grande prisão, onde dão muito e recebem pouco. Não bastasse isso, elas ainda procuram formas de torturar emocionalmente o homem com uma série de comportamentos irritantes.
Vou listar aqui as coisas mais irritantes que as mulheres fazem nos relacionamentos. Não tenho dúvidas de que elas fazem isso de propósito, motivadas por um prazer sádico de criar tempestades no relacionamento e de torturar emocionalmente seu parceiro.
1. Falar de ex-namorados
Praticamente toda mulher adora falar de ex-namorados. Não sei o que elas possuem na cabeça pra achar que algum homem gosta de ficar ouvindo merdas sobre outro macho durante os encontros. Não somos insensíveis, vocês paspalhas é que são chatas e não se tocam que não somos psiquiatras de mulher que se deu mal na mão de cafajestes.
Não queremos saber de ex-namorados, não queremos saber de como ele era insensível, de como ele te maltratava mas mesmo assim você ia pra cama com ele. Eu já ando com cartões de psiquiatras no bolso para essas ocasiões.
Pare de aporrinhar seu namorado com histórias imbecis de ex-namorados, ex-canalhas, ex-cafajestes e afins. Se você é vítima frequente de mulheres que falam de ex-namorados, provavelmente está dando ouvidos demais para as mulheres com medo de ser taxado de insensível, como se os tais insensíveis de quem elas reclamam não fossem sua preferência. Mude seu perfil já ou comece a cobrar pelas consultas.
2. Descontar em você a relação problemática com o pai
Mulheres que possuem relação problemática com o pai são um problema para nós. Falam o tempo todo de como o pai não liga pra elas, de como é insensível, de como é bruto, de como maltrata a mãe, de como é machista, de como libera pouca grana pra ela, de como quer sair logo de casa para se livrar dele etc.
Parem de irritar seus parceiros com essas confissões de adolescente. Cresçam de resolvam seus próprios problemas, não queremos saber de como você é metida rebelde e não respeita alguém em posição de autoridade no lar. Aliás, um homem sério foge de mulheres assim, pois nenhum homem honrado nasceu pra ser babá de menininha rebelde que parou nos 15 anos de idade.
3. Monopolizar os programas
Outra mania irritante das mulheres é monopolizar os programas. No começo elas são muito sutis e sempre fazem o joguinho do “você decide”. Porém quando você escolhe algo legal como assistir filmes do Stallone elas fazem cara de bunda e não param de reclamar. Com o tempo, você vai se incomodando e acaba cedendo aos programas que ELA gosta só pra não ter o desgosto de vê-la com aquela cara de megera.O fim disso todos sabem: assistir comédias românticas da Jennifer Aniston no cinema.
A saída para isso é se fortalecer psicologicamente para não se irritar com a cara de bunda dela e bufadas que solta a cada bomba que o Van Damme solta no filme. Por outro lado, não escolha apenas os programas que você gosta. Escolha TODOS os programas, mas de vez enquando escolha o que ela gosta também. Jamais deixe que ela cometa a mania irritante de monopolizar todos os programas, só paspalhos aceitam isso.
4. Achar que tudo que homem faz é putaria
Poucas coisas irritam tanto o homem quanto a mania feminina de achar que tudo que vamos fazer é visando comer outras mulheres.
Se vamos jogar bola, provavelmente estamos saindo pra cantar e comer outras mulheres.
Se vamos no bar com os amigos, estamos indo comer outras mulheres. Se assistimos TV, é porque queremos ver a bunda de outras mulheres.
Se temos amigas mulheres, é porque estamos cantando outras mulheres.
Se olhamos para o mesmo lado em que está uma gostosa, é porque estamos querendo comer aquela mulher.
Se ficamos até mais tarde na Internet, é porque estamos vendo putaria e cantando outras mulheres.
Se vamos assistir um jogo de futebol no estádio é desculpa para ver a bunda de outras mulheres.
Isso na verdade é uma armadilha psicológica, de atribuir más motivações a tudo que gostamos de fazer para que elas monopolizem o relacionamento. Com isso querem induzir os homens a não fazer as coisas de que gostam para não gerar um mal entendido. Mais uma vez a saída para essa mania irritante é fazer as coisas que você gosta e ignorar os frutos da mente doentia dela, mesmo que ela esperneie para você abandonar suas atividades preferidas dizendo que está traindo ela só por sair com os amigos. Isso é erro dela em interpretar os fatos, e não seu. Cague e ande, não deixe de sair com seus amigos ou jogar pelada.
5. Inventar programas imbecis para as horas de diversão masculina
Já reparou que sempre tem alguma coisa pra fazer bem na hora do seu jogo de futebol favorito? Sempre tem aquela visita irritante a parentes chatos bem no feriadão quando tudo o que você quer fazer é jogar Call of Duty pelado e comendo amendoim?
Porém, quando ela marca salão de beleza nem uma chuva de canivetes é capaz de desmarcar. Sim, outra mania irritante das mulheres é marcar programas idiotas justamente para quando você planeja aquela atividade honrada preferida. Elas possuem prazer sádico em frustrar nossos planos. Parece que o fato de termos um tempo só nosso as irrita profundamente, como se nós tivessemos prazer em passar tempo com elas discutindo a relação. Por falar nisso…
6. Discutir a relação
Costumo dizer que depois do sexo a mulher deveria se transformar num BigMac ou numa pizza. O que quero dizer com isso é que não gosto de discutir relação quando as coisas estão bem, nem de falar sobre compromissos e obrigações até quando vou cagar.
Qual o problema das mulheres? Porque diabos eu vou querer discutir relação sempre que estamos bem? O que as faz pensar que logo depois de um sexo selvagem eu quero falar de compromissos e obrigações, como “assumir namoro, noivado ou marcar data de casamento”? Parem de irritar seus parceiros com essa mania irritante de perguntar o que ele acha do futuro justamente em momentos onde estão se divertindo e tendo prazer. Deixem isso para momentos adequados, parem de querer compensar a oferta de sexo com discussões esdrúxulas sobre relacionamentos.
7. Fazer comparações com outros
Nem todas as mulheres fazem isso, mas dependendo do seu nível de apaixonamento e miguxice, algumas delas podem querer começar a compará-lo com outros homens só para irritá-lo profundamente. Artistas de TV, atores de cinema, namorados das amigas ou até ex-namorados. Elas adoram quebrar sua insegurança com relatos de como outros homens são fodões e de como você pode perdê-la a qualquer momento. É claro que elas fazem isso de modo sutil para deixar você com a pulga atrás da orelha.
Se você é homem e é vitima desse joguinho imbecil, contra-ataque falando de outras mulheres e deixando claro que ela também não é nenhuma vaca premiada.
8. Falar sobre intimidades com amigas imbecis
Mulheres com amigas fúteis e imbecis são altamente irritantes – e para ajudar, 99% das mulheres possuem amigas assim.
Ao contrário dos homens que são extremamente territorialistas e evitam falar sobre qualquer intimidade do relacionamento com outros homens, não se espante se você chegar numa roda de amigos e todos estiverem sabendo daquele dia em que você se assustou com um rato e deu um grito de bicha, apanhou de alguém ou fez alguma merda pior como brochar na cama.
Não confie na ética feminina no relacionamento e jamais caia na armadilha de expor suas fraquezas.
Cedo ou tarde você poderá acabar sendo a piada do momento em algum banheiro feminino.
Fique quieto frouxalhão, seja reservado! Você não perderá uma mulher por evitar expor suas fraquezas.
9. Criar confusões quando tudo está bem
Eis aí a mania irritante que todas mulheres parecem nascer sabendo como fazer de modo magistral.
Quando o sexo está bom, quando a comunicação está afinada e fantástica, quando você parece estar no paraíso e vivendo na tranquilidade sempre aparece alguma coisa para destruir sua paz de espírito. Problemas familiares, dúvidas dela sobre o “futuro desse relacionamento“, uma amiga sua que ela cisma que você está comendo, alguma fofoca que apareceu sobre seu passado, “por que você minimizou a janela do PC quando ela passou por perto”, qualquer coisa é motivo para estragar tudo e criar um turbilhão de confusões.
Isso tem um objetivo claro, que é avaliar o poder delas em controlar seu humor e seus momentos de felicidade, além de proporcionar flutuações emocionais no relacionamento. Os homens apaixonados normalmente ficam viciados com aqueles momentos bons que tiveram e então fazem de tudo para a confusão passar, mostrando assim que são altamente dependentes da aprovação delas e que estão domados, ou viciados, nas migalhas que ela oferece.
A saída para essa mania irritante é óbvia: SUMA quando ela fizer isso e não aceite dialogar sobre fofocas ou sobre fantasias dela de que você está trepando com outra. Ignore e desapareça.
10. Colocar a mãe no meio de tudo
Sogra. Uma arma mortífera e carta na manga de qualquer mulher que deseja irritar um homem. Sempre que você falha ela está lá pra ouvir as lamentações da filha e te declarar como porco insensível do mês.
A melhor dica para homens casados é morar quanto mais distante puder da sogra, mesmo que isso lhe custe gastar um pouco a mais com o imóvel. Se você ainda está namorando, evite se expor muito tempo com sua sogra por perto. Qualquer rixa ou intriga se voltará contra você e assumirá as dores da filha, mesmo que ela seja culpada.
Conclusão
Paspalhos, sejam exigentes, não aceitem um relacionamento onde apenas VOCÊ se preocupa em agradar. Paspalhas, parem com a mania sádica de irritar seus parceiros. Uma simples cerveja gelada de R$ 1,99 numa tarde de futebol com uma massagem no saco é o bastante para agradá-los e tornar o final de semana deles inesquecível.
Será que é tão difícil assim para vocês valorizarem seus namorados e maridos ao invés de aporrinhá-los o tempo todo? Será que agradar o parceiro é ser vítima da opressão machista? Caia na real e pare de transformar o seu relacionamento num inferno.
Fonte: Doutrinador

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção: Se vc não tiver uma conta google, escolha Nome/URL - Coloque apenas o seu nome e comente.

OBS. Os Comentários dos leitores não refletem a opinião do blog.